terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Dia da Bíblia

Segundo domingo de Dezembro comemora-se o dia da Bíblia. Essa data surgiu na Grã-Bretanha no ano de 1549, 301 anos depois com a chegada dos missionários Americanos e Europeus passamos a comemorar no Brasil. Com a fundação da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) essa data ficou mais conhecida, hoje cerca de 60 países comemoram essa data, alguns celebrando por toda semana. 
Sem dúvida, a Bíblia é um livro extraordinário. Constitui-se de dois testamentos (Antigo/Novo) estruturados de 66 livros. É um dos livros mais antigos do mundo, apesar disso, ele é o best seller mundial. Há quem não goste, não acredite, ainda existem aqueles mais intolerantes que já queimaram a Bíblia. Contudo, esse livro tem influenciado gerações até hoje. A Bíblia é a Palavra de Deus. Foi escrita em um espaço de tempo de 1.600 anos, através de 40 autores diferentes, que viviam em lugares distintos, estes foram usados para escrever a Palavra de Deus para nós, mas Deus é o verdadeiro autor, como diz em 2 Pedro 1:20-21 "Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo". A Bíblia é inspirada pelo próprio Deus, ou seja, o autor principal é Deus. "Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça" (Timóteo 3:16). Isto é, a Bíblia é provida de autoridade divina, não contém erro. 
No decorrer do tempo, surgiram teorias que distorcem essa verdade (modernismo e neo-ortodoxia). Com a chegada do modernismo as pessoas passaram a dizer que a Bíblia simplesmente contém a Palavra de Deus. Os neo-ortodoxos ensinam que a Bíblia torna-se a Palavra de Deus a partir do momento que a lemos. Essas duas visões estão ERRADAS! A visão ortodoxa, ou seja, o ensino correto das escrituras, diz que a Bíblia é a Palavra de Deus. O que tem influenciado sua vida? As ideologias deste século, ou o que a Palavra de Deus diz? Vale a pena reflexão!
Eu gostaria de encerrar essa postagem falando da importância da leitura da Bíblia para nossas vidas. Primeiro é necessário crê que ela é a Palavra de Deus. É preciso estudá-la como um todo, para que possamos entendê-la de forma clara. Somente quando conhecemos as Escrituras, aprenderemos a verdade de Deus para nossas vidas e essa verdade, nos libertará e livrará dos enganos desse mundo. Se desejamos conhecer os atributos de Deus, Quem Ele é, e quem nós somos, é fundamental a leitura diária da Bíblia. A Bíblia é nosso manual, ela trás luz no nosso entendimento, nos molda, gera transformação de vida. Nela encontramos o porquê fomos criados, precisamos saber o que o criador tem para nós por meio de Sua Palavra. Se esse é o desejo do seu coração, te convido a fazer a leitura desse livro precioso todos os dias. Garanto que sua vida não será mais a mesma.  

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Voltei, mas uma vez...

Volteeeeeiii bloguinho, foi a saudade que me trouxe pelo braço (leia cantando) ♩♪♫♬rsrs... 
Gente, eu passo um bom tempo sem vim por aqui, porém, não esqueço desse meu cantinho preferido, ele me enche de saudade. Escrever é a melhor coisa da vida! Aliás, escrever e ler... É uma necessidade! Duas coisas que amo MUITO. Tem uma frase de Anne Frank que diz o seguinte: "O melhor de tudo é o que penso e sinto, pelo menos posso escrever; senão, me asfixiaria completamente". Concordo com esse pensamento dela, não sei vocês, mas quando escrevo coloco pra fora o que sinto/penso e dá aquele alívio. E muitas vezes expressar-me por meio de palavras torna-se um desafio, mas quem nunca? Todos nós temos aqueles momentos que é difícil dizer tudo que vem na mente. Eu gostaria de ter mais tempo para me dedicar no blog, escrever, escrever, escrever... No entanto, estou trabalhando (graças a DEUUUS), então o tempo ficou ainda mais curto para esse espaço, e se tem uma coisa que eu gosto quando vou escrever é, tempo. Por isso, as postagens por aqui vai ficar com pouca frequência. Apesar de que daqui a duas semanas tem férias. Sim, eu disse fééériiias!!! Mas, Tarci começasse a trabalhar agora pouco!?! Sim, contudo, no emprego é férias coletiva, então farei esse "sacrifício" hahaha... Pra mim melhor mês pra se tirar férias, janeiro! Farei o possível pra me dedicar mais aqui.

Eu tinha pensado num tema pra escrever nessa postagem de "volta", mas, fui escrevendo, escrevendo e deu nisso (↑) rsrs... Na próxima postagem escrevo sobre o que realmente queria hahaha...

Fiquem com Deus e até a próxima!

sábado, 22 de julho de 2017

Eu quero ser uma amiga como essa!

Você tem amigos que apontam você para a verdade? Amigos que oferecem o conforto da graça de Deus quando você está sofrendo? Você tem amigos em quem você sente seguro confidenciando seu coração, sabendo que eles irão apenas a Deus com suas lutas? Sou eternamente grata por amigos assim. Eles são presentes do Pai para mim.
As mulheres são normalmente feitas para sempre criaturas sociais. Quando há notícias empolgantes para compartilhar, desgosto, decepção, ou a necessidade de um ombro para chorar, nós geralmente procuramos uma amiga.
Dentro da passagem Tito 2, há uma valiosa palavra de exortação que deve ser um aspecto vital das nossas amizades: "a fim de instruírem as jovens a... serem sensatas" (v. 5).
Esta pequena palavra está repleta de significado. É a palavra grega sóphrón - estar de mente sã, auto-controlada, comedida. Operar com essa mentalidade é usar a sabedoria, pegando o conhecimento da Palavra de Deus e aplicando-o na prática nas exigências da vida diária, a fim de viver a vida para a glória de Deus.
Para ser uma "mulher sophron" significa que seu comportamento é dirigido pela verdade de Deus em vez de impulsionado por suas emoções. Quando confrontadas com circunstâncias difíceis, a tendência para a maioria das mulheres é de reagir-não com sabedoria- mas com as nossas emoções! É ai que ser uma mulher como é descrita em Tito 2 pode ser útil. Eu tenho algumas amigas que procuro quando não estou operando com uma mentalidade sóphrón, e meu pedido é: "Fala a verdade pra mim".
Você tem amigas assim? Você é esse tipo de amiga para os outros?

Uma amiga segundo "Tito2"...
  • Escuta bem (Provérbios 15:28; 18:13);
  • Não é levada pelas emoções da situação, mas é sensata em sua reação (Provérbios 31:25-26)
  • Oferece conforto divino (2 Coríntios 1:3-7)
  • Fala palavras de esperança, graça e verdade (Efésios 4:29. Colossenses 4:6; Provérbios 24:14; 27:6);
  • Demonstra fé (Hebreus 11:1; Salmo 56:3-4);
  • Humildemente conduz sugerindo maneiras de aplicar praticamente a verdade da Palavra de Deus (Provérbios 22:17; 25:11-12);
  • É discreta e confidente (Provérbios 25:9);
  • A direciona para aquele que tem toda a sabedoria como seu Conselheiro final (Salmo 9:9-10; 91);
  • Ora com ela e se compromete a orar intercedendo por ela (Colossenses 1:9-12).
Você pode estar lendo este post e pensando, eu quero uma amiga assim! Seja uma amiga assim. E, em seguida, peça a Deus para trazer amigos para sua vida que irão lhe apontar para a verdade quando você estiver em dificuldades.
Que tal isso? Você irá desenvolver amizades como a descrição de Tito 2? As mulheres precisam de relacionamentos desse tipo.

Autoria: Kimberly Wagner

Extraído de: http://www.mulherespiedosas.com.br/eu-quero-uma-amiga-como-essa-por-kimberly-wagner/

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Lições Práticas de 2 Coríntios 12:9-10

"Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque quando sou fraco, então, é que sou forte" (2 Coríntios 12:9-10).

Nessa passagem de 2 Coríntios, a experiência de Paulo me trás diversas lições valiosas que quero compartilhar com vocês hoje. Mas, para que possamos compreender um pouco o contexto, antes de chegar nos versículos 9 e 10 citados acima, no versículo 7 Paulo fala sobre um espinho na carne que ele tem "foi-me posto um espinho na carne". Não sabemos o âmago desse espinho, pois não é prescrito intencionalmente para que pudêssemos nos identificar com os sofrimentos do apóstolo."A natureza exata nos foi ocultada para que todos os aflitos possam ser encorajados e auxiliados por essa experiência indefinida, porém dolorosa, de Paulo". Nossas dificuldades podem ser diferentes das de Paulo, mas precisam gerar o mesmo exercício de fé. Mas em todo caso, o espinho era algo que o incomodava. No versículo 8, Paulo clama três vezes para que Deus afastasse dele o espinho na carne. Porém, ao invés de tirar o espinho, Deus afirmou a Paulo que sua graça seria suficiente para ele suportar aquela situação. A oração do apóstolo foi respondida, contudo, não do jeito que ele almejava. Em outras palavras Deus disse: "Não removerei o espinho, mas farei algo melhor: darei a graça para você suportá-lo. Lembre-se Paulo apesar de não ter atendido seu pedido, estou concedendo aquilo de que você mais precisa. Seu desejo é pregar com meu poder e força não é? Então, convém que você permaneça em uma posição de fraqueza". O espinho na carne de Paulo destruiu seu orgulho, mantendo-o dependente do Poder de Deus. Com isso, Paulo passou a considerar o espinho uma ajuda, ele se satisfaz com a resposta do Senhor. A presença de Jesus e a garantia da graça era incomparavelmente melhor.          

Algumas lições práticas para nossas vidas com a vivência do apóstolo Paulo:

1) A confiança de Paulo em Deus;
Mesmo Paulo passando por situações difíceis em sua jornada cristã, ele mantinha firme sua confiança em Deus. Ele sabia em quem confiava, e que era plenamente capaz de completar a Sua Boa Obra na vida do apóstolo, mesmo com aquele espinho na carne.

2) O contentamento de Paulo em Deus;
Paulo ora três vezes, mesmo assim, Deus responde suas orações de forma diferente. Contudo, o apóstolo se contenta com a resposta do Senhor. O contentamento dele estava em Deus.

3) A sabedoria de Paulo;
Quando Deus responde as orações de Paulo, ele usa de uma sabedoria incrível, pois não reclama, pelo contrário ele se gloria em suas fraquezas. Ele sente prazer nos sofrimentos, pois sabia que tais momentos poderia aproximá-lo cada vez mais de Deus.

4) O amor a Cristo.
Aos nossos olhos é praticamente impossível sentir prazer numa experiência como essa de Paulo. Porém, o segredo pra compreender isso é "por amor de Cristo". Quando caminhamos com o Senhor e desejamos perseverar nessa caminhada, certamente precisaremos suportar coisas que por nós mesmo não conseguiríamos, mas, por amor a Cristo é possível.

Todos nós estamos sujeitos a passar por aflições nesse mundo, porém, como Deus falou pra Paulo: "A minha graça te basta", Ele continua falando conosco. Que tais experiências nos leve a um nível mais profundo de relacionamento e intimidade com Deus, que Ele nos encha de sabedoria para aplicarmos essas lições no nosso dia a dia. Fiquem na paz!

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Tarde Te amei!

"A minha consciência, Senhor, não duvida, antes tem certeza de que Te amo. Feriste-me o coração com a Tua palavra e te amei. O céu, a terra e tudo o que neles existe, dizem-me por toda a parte que Te ame. Mas que amo eu, quando Te amo? Não amo uma formosura corporal, nem uma glória passageira.

E, contudo, amo uma luz, uma voz, um perfume, um alimento, um abraço, quando amo meu Deus, luz, voz, perfume, alimento e abraço do homem interior, onde brilha para a minha alma uma luz que nenhum espaço contém, onde ressoa uma voz que o tempo não arrebata, onde se exala um perfume que o vento não esparge, onde se saboreia uma comida que a sofreguidão não diminui, onde se sente um contato que a saciedade não desfaz.

Eis o que amo, quando amo meu Deus, Mas, o que significa isso? Disse a todos os seres que me rodeiam às portas da cerne: falai-me de meu Deus, se sois vós, dizei-me ao menos alguma coisa d'Ele. E elas exclamaram com alarido: "Foi Ele quem nos criou. Não somos nós o teu Deus. Busca-O acima de nós!" Dirigi-me, então, a mim mesmo; a ti, minh'alma, que certamente és superior ao teu corpo, porque o vivificas. Mas também para ti, a vida da tua vida é o teu Deus.

Que amo então quando amo o meu Deus? Quem é tu que estás acima de minh'alma? E onde habitas, ó Senhor? Pois me lembro de Ti desde o dia que Te conheci, e lá Te encontro toda vez que me lembro de Ti.

Tarde Te amei, ó Beleza tão antiga e tão nova, tarde Te amei! Eis que habitavas dentro de mim, e eu lá fora a procurar-Te. Disforme, lançava-me sobre estas formosuras que criaste. Estavas comigo, e eu não estava contigo! Chamaste-me com uma voz tão forte que rompeste a minha surdez. Brilhastes, cintilaste e logo afugentaste a minha cegueira. Exalaste perfume: respirei-o suspirando por Ti, Eu te saboreei, e agora tenho fome e sede de Ti. Tu me tocaste e ardi de desejo da Tua paz".

 Agostinho de Hipona (Confissões de Agostinho)

sábado, 17 de junho de 2017

A direção da Pureza

Quando eu estava no ensino médio participei de um retiro de final de semana da igreja em que discutimos o tema de pureza sexual. Durante uma sessão o nosso pastor pediu a todos os estudantes que preenchessem anonimamente fichas que permitiriam que ele soubesse "quão longe" os adolescentes tinham ido fisicamente. Ele definiu uma escala para usarmos, determinando números para cada nível de intimidade física baseado na sua seriedade. As atividades iam de beijos leves no número um até relação sexual no número dez. O nosso pastor pediu que anotássemos número mais alto que havíamos alcançado.
Depois de colocar a minha ficha em uma cesta, saí em fila da sala de aula com dois amigos. Nunca me esquecerei da conversar que se seguiu. Um dos meus amigos olhou para o outro e disse piscando os olhos: "E ai cara, até que número você alcançou?"
Rindo, o meu outro amigo disse que havia alcançado um oito, quase um nove. Então esses caras continuaram nomeando as garotas no grupo de adolescentes com quem eles tinham atingido determinados números. 
Meus dois amigos exemplificam como a nossa compreensão da pureza está obscurecida nos dias de hoje. Nós valorizamos a pureza muito pouco e a desejamos muito tarde. Mesmo quando tentamos declarar a sua importância, tornamos as nossas palavras sem valor por causa das nossas ações contraditórias.
Desejamos a pureza nos nossos relacionamentos? Nós dizemos que sim. Mas será que vivemos o tipo de vida que estimula esta pureza? Infelizmente, não com a frequência necessária. "Faz-me casto" orou Agostinho, "mas ainda não." Semelhante a ele, nós temos uma consciência que nos acusa, mas uma vida sem mudanças. Se fôssemos honestos conosco, muitos de nós admitiríamos que não estamos realmente interessados em nada relacionado com a pureza. Ao invés disso, ficamos satisfeitos ao cumprir os requisitos mínimos, contentes em gastar o nosso tempo em "áreas cinzas", flertando com a escuridão e nunca tendo coragem de nos aproximarmos da luz da retidão.
Como inúmeros cristãos, meus dois amigos insensatamente viam a pureza e a impureza separadas por um ponto fixo. Enquanto não cruzassem a linha e fossem "até o fim," eles acreditavam que ainda estavam puros. A verdadeira pureza, no entanto, é uma direção, uma busca persistente e determinada pela retidão. Esta direção começa no coração e a expressamos em um estilo de vida que foge das oportunidades de comprometer os nossos valores.

Joshua Harris - Eu disse adeus ao namoro

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Pureza

"Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua Palavra" 
(Salmos 119:9). 

Observando o quanto temos sido atacados a viver uma vida longe dos padrões bíblicos, resolvi escrever sobre pureza. Hoje em dia tem sido uma tarefa custosa manter-se puro diante de tanta iniquidade. Para onde olhamos, tv, rádio, internet, propagandas, sempre haverá algo promovendo a impureza. E pior, em alguns momentos de uma maneira bem sutil, tentando mostrar tudo "natural". Quando na verdade está indo contrário aos ensinamentos bíblicos. Os dias são maus, a sujeira se espalha: corrupção, infidelidade, fornicação, imoralidade, injustiças... Diante disso tudo fica a pergunta para reflexão: Estamos vivendo em pureza? Deus nos chama para uma vida de santidade. "Porque Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade" (1 Tessalonicenses 4:7). A Palavra de Deus continua dizendo: "Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, com aqueles que, de coração puro, invocam o Senhor." (2 Timóteo 2:22).
A Bíblia, é a nossa regra de fé e prática, é por ela que nos guiamos. O livro de Salmos trás alguns ensinamentos práticos de como manter pura nossa conduta. Vou compartilhar apenas um com vocês que está descrito no Capítulo 119:9. Como podemos nos manter puros? Eis a resposta - "Vivendo de acordo com a Tua Palavra". Para viver segundo as escrituras é necessário ler, estudar, meditar nela continuamente, ter zelo pelos ensinamentos contidos ali. Jesus quando passou 40 dias no deserto e foi tentado, venceu o inimigo pela Palavra. Como resultado, o inimigo se foi. Só existe uma maneira de buscar viver em pureza e santidade, se formos guiados pela Palavra de Deus. Amar as Escrituras mais do que tudo, colocando nossas vontades conforme o querer de Deus, caminhando em sintonia com Ele. Se caminharmos conforme a Palavra de Deus, segui-Lo e guardar os seus ensinamentos em nossos corações, nos manteremos puros nesse mundo de imoralidade. Os dias são maus! Que possamos manter a pureza de coração, pois "Felizes são os puros de coração, pois verão a Deus" (Mateus 5:8).

"Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza" (1 Timóteo 4:12).

"Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terra de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é a idolatria" (Colossenses 3:5).

Nas postagens seguintes continuarei falando sobre esse tema "pureza", mas me basearei no livro "Eu disse adeus ao namoro", que ao contrário do que muitos pensam esse não é um livro que fala para não namorar, mas para ter um namoro conforme os padrões bíblicos, é uma excelente leitura. SUPER INDICO!
Até a próxima!